Auxiliar de Projeto – PNUD, Teresina, PI

0
95

Background

Para realinhar melhor a estrutura do escritório do Brasil às suas prioridades no CPD 2017-2021 e nos ODS, um novo design do portfólio do programa incluirá três fluxos de trabalho que se reforçam mutuamente e são compostos por três equipes:
• Pessoas e Prosperidade: (redução da pobreza, políticas sociais, meios de subsistência, parcerias público-privadas, etc.);
• Planeta: (ambiente, mudanças climáticas, redução do risco de desastres, Protocolo de Montreal);
• Paz (prevenção da violência, justiça, transparência, combate à corrupção, direitos humanos, desenvolvimento da capacidade local).
Dado o imperativo de apoiar o país na implementação dos ODS e melhorar o desenvolvimento humano nas populações mais excluídas e vulneráveis, o Plano de País do PNUD Brasil inclui uma estratégia para aumentar a presença do CO no nível territorial. A área de apoio transversal do Desenvolvimento Territorial visa contribuir para o avanço na governança inclusiva e no desenvolvimento humano para alcançar o desenvolvimento sustentável – social, econômico e ambiental – nos estados e municípios brasileiros. O principal objetivo é não deixar ninguém para trás no nível local, através da implementação dos ODS em nível territorial, em consonância com as políticas e planos nacionais e o Quadro Integrado do PNUD para Apoiar a Governança Local e o Desenvolvimento Local. A área de Desenvolvimento Territorial promoverá a coordenação de iniciativas de desenvolvimento integrado dentro de um determinado território, levando em consideração as complexidades políticas, sociais, culturais, geográficas, econômicas, históricas e ambientais locais. Isso permitirá que uma cooperação mais coerente a nível subnacional seja enquadrada em uma estratégia mais ampla e integrada alinhada ao nível nacional por meio de uma abordagem territorial para o desenvolvimento. Uma estratégia do PNUD Brasil para a cooperação descentralizada nos territórios orientará ainda mais essa função e suas prioridades (geográficas e temáticas).
Para permitir a implementação dos projetos sob a pasta de Desenvolvimento Territorial, o Auxiliar de Projeto proporcionará – sob a orientação e supervisão do Coordenador do Projeto – apoio logístico e administrativo aos projetos DIM e NIM no estado do Piauí e em outros estados do país. Região Nordeste, conforme designado a ele/ela.

Duties and Responsibilities

Sob a orientação geral e a supervisão do Coordenador do Projeto do Escritório do Piauí, e em articulação com o Assessor de Desenvolvimento Territorial, o Auxiliar de Projeto é responsável por assegurar os aspectos administrativos e logísticos relacionados à implementação e monitoramento dos projetos DIM e NIM atribuídos a ela/ele. O Auxiliar de Projeto será responsável pelas atividades administrativas e logísticas relacionadas à implementação dos projetos, garantindo boa entrega, bom funcionamento dos projetos e consistência na implementação do projeto com as regras e regulamentos do PNUD. O Auxiliar de Projeto atualizará regularmente os sistemas e modelos corporativos relacionados às suas atividades nos projetos do portfólio do Escritório de Teresina. Além disso, o Auxiliar de Projeto também produzirá informações sobre atividades e resultados de projetos, a fim de apoiar estratégias de comunicação para disseminar boas práticas de cooperação no desenvolvimento territorial e local.
Fornecer suporte à implementação de projetos no âmbito do portfólio do Escritório de Teresina, com foco no alcance dos seguintes resultados:
• Apoio ao Coordenador na preparação e atualização de planos de trabalho de projetos, orçamentos e outros documentos, conforme necessário;
• Prestação de apoio técnico e administrativo aos parceiros na implementação de projetos;
• Apoio ao Coordenador na elaboração de Termos de Referência relacionados a projetos;
• Apoio ao Coordenador na análise técnica/aprovação de propostas de contratos do IC NIM/Termos de Referência;
• Elaboração de propostas de revisões de projetos;
• Apoio ao Coordenador na preparação de exercícios de auditoria e acompanhamento de questões de auditoria de projetos;
• Aconselhar e desenvolver soluções administrativas e operacionais com clientes que agregam valor aos projetos do PNUD;
• Realizar atividades de monitoramento de projetos, acompanhando os cronogramas e atualizando regularmente as informações sobre os sistemas corporativos do PNUD (insumos fornecidos para registro de riscos, insumos para o exercício de garantia de qualidade, etc.);
• Apoio ao Coordenador na preparação e envio de relatórios de progresso, revisões de projetos, relatórios financeiros, relatórios de auditoria, avaliações de programas e quaisquer outros relatórios de projetos necessários;
• Realizar tarefas administrativas relacionadas à implementação de projetos;
• Fornecer apoio logístico para reuniões, workshops e outras reuniões da equipe do projeto, conforme a tarefa do Coordenador do projeto;
• Manter arquivos e registros atualizados da documentação do projeto, incluindo a correspondência recebida e o registro do projeto no escritório do PNUD no estado do Piauí;
• Auxiliar na gestão dos recursos financeiros dos projetos, gestão de recursos humanos, compras es e serviços logísticos;
• Apoio ao coordenador na gestão do conhecimento – identificação e sistematização de lições aprendidas e boas práticas;
• Apoio ao coordenador na gestão das instalações do PNUD no Piauí, incluindo:
– Assegurar a conformidade total do escritório com todas as recomendações de segurança, observando os Padrões Mínimos de Segurança Operacional (MOSS) da ONU;
– Avaliação proativa de riscos e ameaças e sugestão de melhorias de segurança;
– Relatar imediatamente todos os incidentes relacionados à segurança e proteção envolvendo funcionários e instalações da ONU ao Coordenador de Segurança de Área;
– Auxiliar na implementação do Gerenciamento de Continuidade de Negócios, conforme necessário.
• Criação de requisições no Atlas para projetos de desenvolvimento, registro de entrada de mercadorias no Atlas;
• Processar planos de viagem relacionados aos projetos e ao escritório de Teresina;
• Participação em treinamento para a equipe/projetos, bem como treinamento de segurança;
• Executar outras tarefas atribuídas pelo supervisor no contexto dos objetivos, deveres, atividades e responsabilidades de sua função.
Os principais resultados apoiarão a eficiência e a eficácia na implementação dos projetos, de acordo com as políticas e procedimentos do PNUD.
Os principais resultados têm impacto sobre o sucesso do programa nacional por meio da cooperação com os estados da região nordeste do Brasil. Em particular, os principais resultados têm impacto na implementação e monitoramento dos projetos do portfólio do Escritório do Piauí.

Competencies

Competências Corporativas:
– Demonstrar integridade perante aos modelos e valores éticos da ONU;
– Promover a visão, missão e objetivos estratégicos do PNUD;
– Dispor da sensibilidade e adaptabilidade aos valores e diferenças culturais, de gênero, religião, raça, nacionalidade e idade; e
– Tratar a todos de forma justa e sem favoritismo.
Competências Funcionais:
– Habilidades em computação e uso de software relevante e outras aplicações, por exemplo de texto, planilhas, internet, power point e experiência no manejo de sistemas de gerenciamento;
– Capacidade e sensibilidade para trabalhar com uma ampla gama de parceiros, incluindo Governo, ONGs e setor privado;
– Capacidade de formar e manter relacionamentos através do trabalho em equipe;
– Construir relações fortes com os clientes e atores externos, focando no impacto e resultado para o cliente e nas respostas positivas a avaliações críticas;
– Promover a gestão do conhecimento no PNUD e um ambiente de aprendizagem no escritório através de liderança e exemplo pessoal;
– Capacidade de inspirar e influenciar a ação;
– Procurar e aplicar conhecimento, informação e melhores práticas dentro e fora do PNUD;
– Consistentemente abordar o trabalho com energia e uma atitude positiva e construtiva;
– Demonstrar abertura à mudança e capacidade de gerenciar complexidades;
– Capacidade de liderar de forma eficaz e possuir habilidades de orientação e resolução de conflitos;
– Excelentes habilidades interpessoais, rede comprovada, formação de equipe, habilidades organizacionais e de comunicação.

Required Skills and Experience

Educação:
Ensino médio ou 2 anos adicionais de experiência relevante para o cargo, além do tempo mínimo requerido.
Nível superior (bacharel ou equivalente), de preferência em ciências sociais, administração, relações internacionais, políticas públicas ou outras disciplinas relacionadas seria desejável.

Experiência:
Experiência profissional mínima de 5 anos no trabalho prático e relevante em administração, apoio à gestão e implementação de projetos de cooperação técnica, com preferência no desenvolvimento territorial e/ou contextos locais;
Experiência de trabalho em parceria com o governo, a sociedade civil e o setor privado;
Desejável compreensão de questões de desenvolvimento e experiência de trabalho na região Nordeste;
Experiência no uso de computadores e pacotes de software de escritório (MS Word, Excel, Power Point, etc.), bem como experiência no manuseio de sistemas de gerenciamento baseados na web.
A experiência anterior em sistemas baseados na web do PNUD – Atlas e extranet – será considerada um diferencial.

Idiomas:
Proficiência em Português (escrita, leitura e verbal);
Habilidades de comunicação escrita e verbal em inglês ou espanhol serão consideradas um diferencial;
Habilidades em outra língua da ONU serão consideradas um diferencial.

Importante:
Nacionalidade brasileira ou outros legalmente autorizados a trabalhar no Brasil;
PNUD dá oportunidades iguais a todos os candidatos e incentiva particularmente os afro-brasileiros e mulheres a se candidatarem.

Local: Teresina, PI

Data de expiração: 23 de julho de 2018

Candidaturas:
Apenas as candidaturas cadastradas no site do PNUD, link “Oportunidades” – “APPLY NOW”, tendo o formulário P11 do PNUD devidamente preenchido e enviado dentro do prazo, serão examinadas.
Não serão emitidos recibos individuais de confirmação da candidatura devido ao volume de candidaturas.
O PNUD está empenhado em garantir a diversidade da força de trabalho em termos de nacionalidade, gênero e cultura. Os indivíduos pertencentes a grupos minoritários, grupos indígenas e pessoas com deficiência são igualmente incentivados a se candidatar. Todas as candidaturas serão tratadas com sigilo.
Devido ao grande volume de candidaturas recebidas, apenas os candidatos pré-selecionados serão contatados.

Para saber mais, clique aqui.

COMPARTILHAR
O mais completo site brasileiro sobre o mercado de trabalho em Relações Internacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here