Gerente de Projetos – PNUD – Brasília, DF

0
1309
Vagas Relações Internacionais
pnud

O ano de 2015 apresentou uma oportunidade histórica para reunir os países e a população global e decidir sobre novos caminhos para melhorar a vida das pessoas em todos os lugares: a negociação e adoação da nova agenda de desenvolvimento sustentável, a Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que deverão ser alcançados até 2030. Desde então, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) trabalha junto aos governos nacionais e locais, a sociedade civil e outros parceiros para a aceleração dos ODS nos territórios brasileiros.

 

O desenvolvimento sustentável é uma área prioritária do trabalho do PNUD no Brasil, que desenhou novo portfólio de projetos para o seu Programa, à luz da Agenda 2030. De acordo com o novo desenho, o Portfólio de Projetos da Unidade PLANETA visa a desenhar e implementar caminhos que conectem pobreza, desigualdade e exclusão enquanto transformam capacidades produtivas, evitando a depredação irreversível do capital social e natural na implementação. Para apoiar a execução dos projetos sob responsabilidade da Unidade PLANETA, foi criada uma Unidade Gestora de Projetos (UGP). Dentre as suas responsabilidades, inclui-se também a gestão de novo projeto de engajamento do movimento cooperativista no Brasil com a implementação dos ODS no país.

 

Dado seu caráter social e sem fins lucrativos, as cooperativas são organizações fundamentais na integração dos ODS no Brasil. O movimento cooperativista propicia benefícios para sociedade e promove o desenvolvimento local, tornando as comunidades em que atuam, parceiras e multiplicadoras espontâneas dos ODS. Com o objetivo de acelerar transformações estruturais para o desenvolvimento sustentável, conforme previsto no Plano Estratégio do PNUD Global, e visando contribuir para o alcance do Resultado 4 do Documento de Programa do País (CPD) do PNUD; em 2018 o PNUD Brasil estabeleceu parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop).

 

A parceria resultou no projeto de cooperação técnica: “ENGAJAMENTO E FORTALECIMENTO DAS AÇÕES DE COOPERATIVAS BRASILEIRAS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA AGENDA 2030 E ALCANCE DO DESENVOLVIMENTO HUMANO SUSTENTÁVEL NO BRASIL”. O projeto terá duração de um ano (2019-2020) e cria capacidades e conhecimento para acelerar a integração dos ODS pelas cooperativas brasileiras. As cooperativas brasileiras já desenvolvem ações que contribuem significativamente com os ODS no Brasil. O projeto pretende fortalecer a cultura da cooperação ao disseminar boas práticas de responsabilidade socioambiental e ao proporcionar a geração de conhecimento acerca dos ODS. Para isso, proverá conteúdo e apoio técnico-logístico a cursos de curta duração, presenciais e à distância, com foco no fortalecimento das capacidades dos principais atores do movimento cooperativista no Brasil para planejar, implementar, monitorar e avaliar seu impacto em prol dos ODS no Brasil.

Todo o conhecimento será sistematizado de forma a gerar novas metodologias e ferramentas para a integração dos ODS (com vistas também à sua disseminação internacional). Dentre os materiais que serão produzidos, destacam-se um estudo diagnóstico do ecossistema do cooperativismo no Brasil, capacitação de mobilizadores ODS e produção de cursos à distância. Dessa forma, pretende-se acelerar o alinhamento do movimento cooperativista brasileiro à Agenda 2030 e à implementação da estratégia global para que o modelo de negócio das cooperativas seja, até 2020, líder reconhecido no desenvolvimento humano sustentável e inclusivo.

DUTIES AND RESPONSABILITIES:

O(a) Gerente de Projetos dará suporte a Unidade de Gestão de Projetos – UGP, subordinada à Unidade PLANETA do PNUD. O profissional será membro efetivo da UGP e trabalhará sob a liderança geral do Representante Residente do PNUD e sob a supervisão direta do(s) Oficial(is) de Programa do PNUD e da Coordenação Geral da Unidade PLANETA.

O suporte prestado por este profissional contribuirá para a implementação bem sucedida de estratégia de integração dos ODS do PNUD Brasil. O(a) Gerente de Projeto também apoiará o trabalho da Unidade PLANETA, particularmente relacionado às seguintes funções principais: i) assegurar a implementação de abordagens transversais relacionadas a ODS e temas multidisciplinares, e ii) identificação de oportunidades emergentes para a criação de parcerias, particularmente no campo do desenvolvimento sustentável. Como resultado, espera-se a implementação exitosa das atividades previstas, imprimindo maior agilidade à condução de processos e tramites administrativos e logístico relativo aos projetos e atividades desenvolvidas além de assegurar que as Políticas e Regras do PNUD sejam exercidas.

O profissional ficará baseado em Brasília, DF na Casa da ONU no Brasil.

O(a) Gerente de Projetos será responsável por apoiar a implementação do projeto portfólio e garantir resultados de qualidade e pontuais; o que implica, mas não se limita, as seguintes atividades:

Principais funções:

  • Gerenciar as atividades do projeto que lhe são atribuídas no dia-a-dia;
  • Coordenar com a equipe do projeto o planejamento e monitoramento das atividades do mesmo;
  • Fornecer suporte técnico e operacional para implementação de projetos, garantindo qualidade, eficiência e eficácia nas estratégias utilizadas para sua execução, em colaboração com contrapartes nacionais;
  • Realizar outras obrigações gerenciais que contribuam para o funcionamento eficiente da UGP e eficiência na execução dos projetos sob sua responsabilidade.

Gestão diária da implementação do projeto:

  • Implementar estratégia e mecanismos adequados a articulação e acompanhamento diário dos parceiros do projeto, a fim de garantir a execução do mesmo;
  • Garantir a entrega das atividades previstas, com atenção à qualidade, orçamento e cronogramas de entrega, assegurando que todas as atividades implementadas estejam em conformidade com o plano de trabalho assinado;
  • Consultar o Analista Técnico sobre o progresso do projeto e o progresso mensal das metas de entrega e as medidas a serem implementadas de acordo;
  • Realizar transações no ATLAS relacionadas ao projeto, como requisições, pagamentos de solicitações e relatórios financeiros

Planejamento e monitoramento do projeto:

  • Assegurar o monitoramento do progresso de todas as atividades do projeto, de acordo com a estrutura de resultados acordada e com atenção aos indicadores de desempenho;
  • Garantir que o projeto atinja os resultados planejados de acordo com os planos relevantes, propondo revisões sempre que aplicável;
  • Organizar reuniões semestrais de revisão e revisões anuais de projetos, monitorando o progresso da implementação, avaliando resultados e identificando lacunas e riscos;
  • Monitorar e gerenciar riscos / problemas enfrentados pelo projeto;
  • Submeter novos riscos / problemas ao Supervisor do Projetos para consideração e decisão sobre possíveis ações, se necessário;
  • Assegurar o alinhamento processual do projeto com a posição, regras, regulamentos e mandato do PNUD;
  • Monitorar a entrada dos recursos oriundos do SESCOOP, bem como respectivas prestações de contas;
  • Monitorar o projetos no Atlas (insumos fornecidos para registro de riscos, insumos para exercícios de garantia de qualidade, etc);
  • Elaborar planos anuais de aquisições e/ou contratações de pessoas físicas ou jurídicas;
  • Apoiar a elaboração de relatórios de progresso de projetos;
  • Apoiar a identificação e sistematização de lições aprendidas e boas práticas.

Suporte operacional ao projeto:

  • Garantir apoio técnico, financeiro, administrativo e logístico eficaz para a equipe;
  • Consolidar a programação operacional do projeto;
  • Prover uma eficiente gestão estratégica de planejamento de trabalho de operação e de recursos para aprovação do Oficial de Programa do PNUD e do Coordenador;
  • Fornecer assessoria técnica e gerencial e apoio aos parceiros na implementação de projeto;
  • Garantir supervisão financeira e de aquisições e monitoramento dos contratos assinados;
  • Participação em processos seletivos para assinatura de Cartas de Acordo, bem como atividades relacionadas ao monitoramento de LoAs;
  • Participar de painéis de seleção de consultores, sempre que necessário;
  • Realizar análise técnica / aprovação de propostas de contratos NPPP / Termos de Referência;
  • Prover e organizar treinamentos da equipe sobre o funcionamento e gestão do orçamento, promover discussão sobre lições aprendidas / melhores práticas e contribuições;
  • Suporte e acompanhamento de questões de auditoria de projetos;
  • Apresentar soluções estratégicas e operacionais aos clientes, agregando valor aos projetos;
  • Realizar outras tarefas para melhorar a implementação do projeto, conforme exigido pelo supervisor.

COMPETENCIES:

Competências Corporativas:

  • Demonstrar integridade perante aos modelos e valores éticos da ONU;
  • Promover a visão, missão e objetivos estratégicos do PNUD;
  • Dispor da sensibilidade e adaptabilidade aos valores e diferenças culturais, de gênero, religião, raça, nacionalidade e idade; e
  • Tratar a todos de forma justa e sem favoritismo.

Competências Funcionais:

Desenvolvimento e Eficácia Operacional

  • Habilidade em organizar e coordenar o planejamento para resultados orientados, monitoramento e avaliações;
  • Bom conhecimento em assuntos de desenvolvimento, particularmente aqueles pertinentes ao PNUD;
  • Bons conhecimentos sobre técnicas de avaliação, incluindo as dimensões metodológicas e operacionais, e habilidade de conectar assuntos em diferente nível: corporativo e nacional;
  • Bom conhecimento nas Guias do PNUD sobre Gerência de Resultados;
  • Conhecimentos de informática totalmente proficientes e uso de software relevante e outras aplicações;
  • Habilidade em coordenar a formulação, implementação, monitoramento e avaliação de projetos e programas de desenvolvimento;

Gestão de conhecimento e aprendizagem

  • Excelentes habilidades conceituais, analíticas e de comunicação;
  • Capacidade de organizar e priorizar agenda de trabalho para atender às necessidades e os prazos,
  • Habilidade para manter informações e bases de dados
  • Analisar informações gerais e selecionar os materiais
  • Habilidade para analisar dados, identificar e ajustar as discrepâncias.
  • Capacidade analítica de resolução de problemas e análise de números.
  • Capacidade de interpretar relatórios financeiros e orçamentários.
  • Capacidade de produzir registros precisos e bem documentados em conformidade com o padrão exigido.
  • Habilidade de apresentar informações sobre as melhores práticas de mudança organizacional
  • Habilidade em compartilhar conhecimento e experiência
  • Capacidade de trabalhar ativamente para promover continuidade na aprendizagem pessoal e na aplicação de habilidades recém-adquiridas
  • Habilidade e conhecimentos fundamentais de processos, métodos e procedimentos;
  • Compreender os principais processos e métodos de trabalho, políticas e procedimentos organizacionais relativos à posição e aplica-los de forma consistente com as tarefas de trabalho
  • Demonstrar bom conhecimento de tecnologia da informação e aplicá-lo no trabalho
  • Promover a aprendizagem organizacional e o compartilhamento de conhecimentos

Liderança e Auto- Gestão

  • Construir fortes relações com os parceiros e atores internos e externos, focando no impacto e resultado para o projeto e nas respostas positivas a avaliações críticas;
  • Habilidade para identificar problemas, manejar e gerir conflitos, bem como propor soluções;
  • Abordagens consistentes de trabalho com energia e positividade, além de atitudes construtivas e orientadas a solução de problemas;
  • Demonstrar abertura para mudanças e habilidade para gerenciar complexidades; e
  • Demonstrar capacidade de trabalho em equipe, habilidade em resolução de conflitos e capacidade para repassar conhecimentos.

Escolaridade Necessária:

  • Nível superior completo, preferencialmente em áreas como administração, ciências econômicas, ciências sociais, ciências ambientais, relações internacionais e áreas afins;
  • Pós-graduação (stricto ou lato senso), preferencialmente em gestão de projetos, administração ou gestão pública, gestão do cooperativismo, ciências sociais, ciências econômicas ou áreas afins.

Experiência:

Requisitos Obrigatórios:

  • Experiência profissional relevante mínima de 6 (seis) anos em gestão e implementação de projetos de cooperação técnica nacional e internacional, preferencialmente na área de desenvolvimento sustentável e/ou cooperativismo;
  • Conhecimento em gerenciamento baseado em resultados (Results Based Management) e técnicas e instrumentos de gerenciamento de projetos;
  • Capacidade de utilizar a tecnologia da informação como ferramenta e recurso;
  • Excelentes habilidades analíticas, de liderança e de resolução de problemas.

Requisitos Desejáveis:

  • Desejável conhecimento sobre políticas, procedimentos e práticas do PNUD.
  • Desejável conhecimento técnico sobre aspectos relacionados à integração (mainstreaming) dos ODS.
  • Desejável conhecimento e/ou experiência prévia na implementação de projetos voltados ao cooperativismo.

Idiomas:

  • Fluência em Português e Inglês.

 

PARA VALIDAR SUA CANDIDATURA PREENCHA O FORMULÁRIO P11, E ENVIE ATRAVÉS DO ÍCONE “UPLOAD CV”.

Importante:

Podem se candidatar ao processo pessoas de nacionalidade brasileira ou outros legalmente autorizados a trabalhar no Brasil.

Para este cargo, o candidato deve ter inscrição no Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Para os candidatos que moram em cidades diferentes da duty station (Brasília-DF), o PNUD não dará subsídios para custear eventuais deslocamentos em caso de aprovação.

Candidaturas:

Para terem candidaturas válidas a este processo, os candidatos deverão submeter o formulário P11 do PNUD devidamente preenchido;

Apenas as candidaturas cadastradas no site do PNUD (www.pnud.org.br), no link “Oportunidades” – “APPLY NOW”, tendo o formulário P11 do PNUD devidamente preenchido e enviado dentro do prazo, serão examinadas.

Não serão emitidos recibos individuais de confirmação da candidatura devido ao volume de candidaturas.

O PNUD está empenhado em garantir a diversidade da força de trabalho em termos de nacionalidade, gênero, raça e cultura. Os indivíduos pertencentes a grupos indígenas e pessoas com deficiência são igualmente incentivados a se candidatar. Todas as candidaturas serão tratadas com sigilo.

Devido ao grande volume de candidaturas recebidas, apenas os candidatos pré-selecionados serão contatados

Se interessou? Você pode se inscrever clicando aqui.

*Vaga encontrada no perfil do profissional Leonardo Prudente.

 

 

 

 

COMPARTILHAR
O mais completo site brasileiro sobre o mercado de trabalho em Relações Internacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here