Efetivo – Oficial Sênior de Gestão de Dados e Registro – AVSI Brasil – Boa Vista, RR

0
85
vagas relações internacionais
Avsi Brasil

Sobre a AVSI

Cumprindo sua missão de tornar as pessoas em situações de vulnerabilidade ou emergência humanitária protagonistas do próprio desenvolvimento, a AVSI integra a resposta federal à emergência humanitária venezuelana, a Operação Acolhida. Atualmente, em sua parceria com ACNUR, a AVSI Brasil, atua em 5 (cinco) centros de acolhida (abrigos) para refugiados e migrantes venezuelanos, em 2 (duas) estruturas de recepção e serviços, além de outras iniciativas nas cidades de Boa Vista e Pacaraima, em Roraima.

Descrição do cargo

Sob a supervisão do (a) Gerente Operacional e em estreito diálogo com o(a) Gerente de Acordos, o(a) Oficial Sênior de Gestão de Dados e Registro é responsável por desenvolver e implementar uma estratégia de segurança da informação e de coleta, monitoramento e apresentação dos dados da intervenção e atividades da AVSI no âmbito do programa com o ACNUR, tanto para abrigos quanto para postos de serviços em Boa Vista e Pacaraima. Supervisiona as atividades de registro e gestão de dados nos espaços geridos pela organização, prestando apoio técnico às equipes. Trabalha em parceria com as equipes do ACNUR, e em cooperação com a Força Tarefa Logística e Humanitária, agências da ONU, sociedade civil e outros parceiros da Operação Acolhida.

 

Atividades

  • Garantir que a população atendida tenha acesso às informações necessárias sobre os serviços disponibilizados pela equipe no local, para que possa exercer adequadamente seus direitos de receber proteção internacional;
  • Coordenar as atividades desenvolvidas pela organização e equipe sob sua responsabilidade e responder à gerência do projeto sobre essas atividades e desempenho da equipe, bem como sobre a ocorrência de incidentes e alta complexidade e/ou que possam apresentar riscos à população de interesse e aos(às) colaboradores(as);
  • Organizar e supervisionar o trabalho, definir horários e jornada de trabalho, aprovar solicitações de folga, descanso e férias, e participar da avaliação de desempenho de colaboradores(as) sob sua supervisão;
  • Participar com a gerência do projeto no processo seletivo de colaboradores(as) das funções sob sua supervisão, ou outras, conforme solicitado;
  • Garantir que colaboradores(as) sob sua supervisão recebam os treinamentos e informações necessários para desempenhar adequadamente sua função;
  • Cumprir suas funções conforme descrição do cargo, Código de Ética e Conduta, protocolos internacionais humanitários e Procedimentos Operacionais Padrão (POPs);
  • Acompanhar, supervisionar e prover suporte técnico à equipe, garantindo que suas funções sejam cumpridas conforme descrição do cargo, Código de Ética e Conduta, protocolos internacionais humanitários e Procedimentos Operacionais Padrão (POPs);
  • Garantir que colaboradores(as) sob sua supervisão tenham condições de trabalho adequadas para desempenhar suas funções;
  • Garantir que a equipe sob sua supervisão esteja informada sobre a Operação Acolhida, suas diferentes frentes de trabalho (fronteira, abrigos, interiorização), e tenha conhecimentos básicos sobre a rede de proteção no Brasil;
  • Garantir que a equipe sob sua supervisão esteja informada sobre os serviços oferecidos no abrigo, para que possa responder adequadamente à população atendida;
  • Garantir que a equipe sob sua supervisão esteja atualizada sobre Lei de Migração (L13445/2017) e portarias específicas federais e locais, para o contexto de fronteira, mantendo-a informada sobre novas orientações e diretrizes;
  • Garantir a entrega por parte da equipe sob sua supervisão e elaborar relatórios finais internos relativos às suas atividades, respondendo às informações solicitadas pela organização, assegurando que os dados sejam corretamente registrados e reportados, para que o impacto do projeto seja medido assertivamente;
  • Coordenar o envolvimento e apoio dos(as) colaboradores(as) sob sua supervisão nas atividades priorizadas e/ou estratégicas da Operação Acolhida, conforme orientações da gerência do projeto;
  • Criar e fortalecer laços e manter um diálogo aberto com a comunidade beneficiada, com base nos princípios da comunicação não violenta, nos princípios humanitários e no código de ética do ACNUR e da organização, dirimindo possíveis dúvidas e encaminhando demandas aos pares adequados, de acordo com a necessidade;
  • Garantir o diálogo e o trabalho em cooperação de toda a equipe com os atores exercendo atividades no local (ACNUR, FT Log Hum, agências ONU, sociedade civil e outros); entre outras.

 

Requisitos

  • Idiomas: Inglês – Intermediário; Espanhol – Fluente
  • Atuação em projetos de âmbito social em áreas de vulnerabilidade
  • Experiência com Gestão e liderança de pessoas
  • Conhecimento do Ecossistema PRIMES, especialmente ProGres (desejável)
  • Conhecimento da Lei de Migração (L13445/2017)

 

Curtiu? Então clique aqui para candidatar-se!

Cadastre-se agora em nosso site para ter acesso a mais oportunidades de todas as regiões do país! Clique aqui!

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here