Prós e contras de escolher o CANADÁ para intercâmbio

0
1739

Há duas semanas postamos os Prós e contras de escolher a IRLANDA para intercâmbio, dando início à nossa série de publicações sobre os melhores destinos para intercâmbio. Agora vamos falar do Canadá, um país que todos os anos recebe milhares de brasileiros.

Mais de 30 mil brasileiros têm residência fixa no Canadá. Trabalham ou estudam em universidades nos níveis de graduação e pós. Outros mais de 100 mil passam anualmente pelo o país para aperfeiçoar idiomas em cursos rápidos, fazer negócios ou turismo. Entre população fixa e flutuante, milhares de brasileiros escolheram o país da América do Norte como destino, seja para qualificação profissional ou para diversão.

A explicação para esse volume de brasileiros em terras canadenses é fácil de entender: o governo incentiva a imigração para o país como alternativa para movimentar a economia.  Busca no Brasil profissionais qualificados principalmente para as áreas de tecnologia da informação, engenharia, administração e marketing, mas também turistas e estudantes. “Nossas pesquisas mostraram que o brasileiro tem facilidade de se adaptar em novos contextos, entornos e sociedade e não forma guetos. Gostamos muito disso”, afirma ao jornal O Tempo Perla Haro Ruiz, assessora em promoção para o Brasil do escritório de imigração de Québec. Ela ressalta, ainda, a formação profissional dos brasileiros como um diferencial. “Temos algumas empresas que dão descrições muito boas sobre os profissionais brasileiros”.

Mas nem tudo são flores quando o assunto é mudar para um país estrangeiro, mesmo que para um intercâmbio de alguns meses ou de um ano. Por isso, selecionamos para os nossos leitores as principais vantagens e desvantagens de escolher o Canadá como destino.

Vantagens

  • Visto fácil e custos menores

Se o seu destino é a América do Norte, o Canadá apresenta bem mais facilidades do que os EUA. Estudar em terras canadenses costuma ser em média 30% mais barato que o vizinho. Além de proporcionar viagem, hospedagem e cursos mais baratos, há uma enorme facilidade para a retirada do visto se compararmos aos EUA. Recentemente, o governo canadense chegou a anunciar que iria retirar a necessidade de visto para brasileiros em março de 2016, facilitando ainda mais a entrada no país. Porém, voltou atrás dizendo que ainda não há data para adoção da nova política. Leia aqui sobre isso aqui.

  • Trabalhe e estude

Das diversas categorias de visto para entrar no Canadá, há a possibilidade de combinar estudo e trabalho. Geralmente os programas são de seis meses de estudo mais seis meses de trabalho, sendo permitido ao estudante trabalhar 20 horas semanais enquanto estuda. O aluno é responsável por procurar pelo próprio emprego, que normalmente são na área de serviços, atendimento ao público e hotelaria. Para cursos em career colleges, faculdades ou universidades, o aluno tem ainda as opções de trabalho “co-op” e “post grad work permit”. O co-op é equivalente a um estágio, que é obrigatório para a conclusão do curso e conta como parte acadêmica.

  • Inglês e Francês

Disputado por colonizadores franceses e ingleses, o Canadá é um país oficialmente bilíngue: você vai perceber que a maioria dos anúncios em aeroportos, produtos vendidos, há a presença dos dois idiomas. Embora em quase todo o país o inglês seja o mais falado, na província de Quebec o idioma oficial é o francês. Por isso, é possível que o imigrante se aperfeiçoe nos dois idiomas, principalmente se ele já tem o conhecimento de um deles.

  • Qualidade de vida e receptividade

Oportunidade de trabalho e de empreendedorismo, estabilidade econômica, segurança, transporte eficiente e um dos melhores sistema de saúde do mundo. País de primeiro mundo com custos baixos.  O transporte público chega a ser de graça para universitários. O seguros saúdes são bem baratos e o salário mínimo é cerca de 7 vezes o brasileiro.

Além da qualidade de vida, o povo canadense é bem receptivo com os estrangeiros. Uma realidade bem diferente dos EUA e de países europeus. Com população pequena e alta demanda por profissionais, os imigrantes são muito bem-vindos no país.

Desvantagens

  • Frio

O inverno longo e gelado é considerado um dos principais pontos negativos do Canadá. A estação é de dezembro a março e pode chegar a menos 30ºC. A temperatura depende muito do lugar, assim como a neve. Quanto mais ao norte, mais frio fica. Há tempestades de neves perto dos Grandes Lagos e na maioria dos estados no Norte. Para se ter uma ideia, uma das cidades mais quentes do Canadá é Vancouver, onde a temperatura varia de 0 a 20 graus Celsius.

  • Muitos brasileiros

Quem já fez intercâmbio sabe: conviver com pessoas do seu país é terrível para desenvolver fluência em um idioma estrangeiro. É normal que ao chegarmos em um país desconhecidos, busquemos ficar próximos de pessoas que compartilham conosco a mesma cultura. Embora seja essa uma atitude natural, ela pode atrasar muito sua aprendizagem. Aprender um idioma é passar apertos, ser colocado à prova todo o tempo. As escolas e universidades canadenses estão repletas de brasileiros. Mas claro que isso depende de você. A decisão de querer aprender um novo idioma é sua.

E você, sonha em conhecer qual país? Já esteve ou fez intercâmbio no Canadá? Conta para gente o que você mais gostou do seu intercâmbio e ajude nossos leitores a escolherem o melhor destino!!

Leia nosso outro post da série sobre intercâmbio. PRÓS E CONTRAS DE ESCOLHER A IRLANDA PARA INTERCÂMBIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here