ABIN QUER ABRIR 650 VAGAS A PARTIR DE 2017

0
459

Carreira na Abin é uma das mais desejadas por analistas internacionais. Concurso busca profissionais com a capacidade de gerar conhecimento estratégico para a proteção das fronteiras nacionais, contraespionagem, terrorismo e outros assunto de segurança.

A ABIN encaminhou novo pedido de autorização para abertura de concurso público ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, solicitando a inclusão de 650 vagas na Lei Orçamentária Anual de 2017. O pedido é para que as vagas tenham provimento escalonado: as nomeações seriam divididas em quatro anos, entre 2017 e 2020.

O último concurso realizado pela instituição foi feito em 2010, quando foram aberta apenas 80 vagas. Aguarde e acompanhe aqui no Whats Rel? informações futuras sobre o concurso.

CONFIRA AS VAGAS QUE DEVEM SER ABERTAS

Oficial de Inteligência 250
Oficial Técnico de Inteligência 200
Agente de Inteligência 90
Agente Técnico de Inteligência 110
Total 650

Sobre o concurso

O processo de admissão compreende avaliação escrita, investigação social, avaliação médica e psicológica, prova de capacidade física (para alguns cargos) e aprovação no Curso de Formação em Inteligência (CFI). A ABIN conta com quatro carreiras: oficial de inteligência, oficial técnico de inteligência, agente de inteligência e agente técnico de inteligência. As duas primeiras são de nível superior e as duas últimas de nível médio.

A ABIN

A Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) é um órgão da Presidência da República, vinculado ao Gabinete de Segurança Institucional, responsável por fornecer ao presidente da República e a seus ministros informações e análises estratégicas, oportunas e confiáveis, necessárias ao processo de decisão.

Os profissionais de inteligência produzem conhecimentos que permitem a identificação de oportunidades e ameaças relacionadas a assuntos como: proteção das fronteiras nacionais, segurança de infraestruturas críticas, contraespionagem, terrorismo, proliferação de armas de destruição de massa, políticas estabelecidas com outros países ou regiões, segurança das informações e das comunicações, defesa do meio ambiente, proteção de conhecimentos sensíveis produzidos por entes públicos ou privados, entre outros assuntos.

Criada em 1999, a ABIN constitui-se em órgão de Estado permanente, apartidário e apolítico, com atuação nacional e representações no exterior. É o único órgão nacional cujo fim é planejar e executar atividades de inteligência de Estado para subsidiar o processo decisório nacional.

Com informações da ABIN

COMPARTILHAR
O mais completo site brasileiro sobre o mercado de trabalho em Relações Internacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here