Relações Internacionais ou Comércio Exterior?

0
1298
Muitos de vocês devem ter observado que muitas vagas postadas aqui são direcionadas ao profissional de Comércio Exterior. Se estas vagas são de “comex” porque então estão sendo postadas num blog de Relações Internacionais? Essa é uma pergunta que recebo frequentemente por e-mail. Assim, decidi escrever aqui o motivo destas postagens.
No mês passado coloquei um post falando sobre o profissional de RI e de como ele ainda busca de espaço no mercado. Acho que tem muito a ver com isso. Muitas empresas anunciam  vagas que tem absolutamente o perfil do analista internacional, mas demandam no edital um profissional de comex.
Esse é um “problema” que teremos que enfrentar já que não somos uma classe trabalhadora bem definida, como um analista de sistemas ou advogado, por exemplo. Digo problema, entre aspas, porque é algo totalmente contornável. Mas aí você me pergunta: “Como eu vou me candidatar a esta vaga? Eles nem vão olhar meu currículo…” Pode ser que não olhem mesmo. Mas é por isso que você deve adaptar o seu currículo à vaga que você está se candidatando. Dá trabalho, mas se coloque no lugar de quem irá analisar centenas ou milhares de currículos para uma vaga. Esta pessoa não tem tempo a perder lendo infinitas linhas sobre a sua formação. Por isso sugiro que você faça um currículo enxuto com as informações direcionadas para aquela vaga. Observe as palavras usadas no edital e utilize as mesmas. Numa leitura dinâmica do RH, o olho do analista em questão vai bater direto nelas, e assim você já terá passado na primeira fase de seleção.
Têm ainda aqueles processos em que eles pedem que você responda a perguntas relacionadas à vaga. Tenha paciência e responda com dedicação. Salve suas melhores respostas no word e vá adaptando-as de acordo com as perguntas. Muitos processos seletivos de trainee, por exemplo, têm perguntas idênticas, e isso fará com que você perca menos tempo. Aí você me pergunta: “Mas no edital estão pedindo alguém com inglês fluente e espanhol intermediário e eu sou exatamente ao contrário. Devo me candidatar mesmo assim?” CLARO QUE DEVE! Lembre-se sempre que o edital traça o perfil do candidato IDEAL, aquele que seria o melhor para a empresa. Mas isso não significa que tal candidato exista. O que eles buscam é alguém que se aproxime ao máximo daquilo. Eu costumo dizer que as vezes você pode não ter a experiência exigida, mas tem uma pós-graduação que compensa a experiência e vice-versa. Você não perde nada em tentar. Conheço casos de pessoas, inclusive, que se candidataram para uma vaga e foram escolhidos para outra, ainda melhor, porque tinham o perfil certo.

Há casos ainda de editais que são exclusivamente de comex mas que eles abrem espaço para candidatos com formação em RI. Acredito que estão mais do que certos. O curso é muito abrangente e muitas pessoas escolhem o viés do comex, mesmo tendo se formado em RI. Seja por meio de matérias optativas, seja por estágios, por cursos de curta duração, ou até mesmo de uma pós-graduação. Acho que acima de tudo, o curso de realções internacionais nos dá uma capacidade de ter uma opinião crítica e de raciocínio sobre os mais diversos assuntos, que poucos cursos dão. Acredito também que as vagas postadas aqui, se ainda não te atenderam como o esperado, estão apontando caminhos sobre as demandas do mercado que podem direcionar escolhas para que se currículo fique ainda melhor e passe a atender a tais demandas. modais-transporte

Se você ainda não decidiu se o seu viés é o comércio exterior, sugiro que procure cursos de curta duração ou palestras sobre o tema. Indico alguns sites que costumam promover este tipo de curso/palestra:
FIEMG:
EXPORTAMINAS:
Eles sempre anunciam eventos sobre o tema.
SEBRAE MG
Cursos sobre os mais diversos temas, não somente de comex, em todo o estado. Os valores são muito acessíveis e muitas palestras são gratuitas.
ADUANEIRAS CURSOS E TREINAMENTOS
http://cursos.aduaneiras.com.br/
Realizam vários cursos pela FIEMG. Coloquei o site direto para aqueles que têm interesse num curso de duração maior e/ou em outras cidades que não somente Belo Horizonte.
Todas as isntituições mencionadas são muito sérias e os cursos e palestras muito bons. Já participei de ambos em todas estas instituições e posso garantir que foram um diferencial no meu currículo. Para aqueles que ainda têm dúvidas, deixe seu comentário aqui no blog para que eu possa tentar te ajudar!
Bos Sorte!
COMPARTILHAR
Internacionalista, mineira, radicada no Rio de Janeiro desde 2012. Idealizadora/Fundadora do What's Rel? (2011). Business Development Latin America para uma empresa canadense de engenharia, sócia da PAR Consultoria, e grande entusiasta da carreira de R.I. :)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here