5 curiosidades sobre futebol e relações internacionais que você não sabia

Aproveitando o clima de Copa do Mundo, o WR? traz 5 curiosidades que envolvem o futebol e as relações internacionais para você testar seus conhecimentos.

0
788
Ex-presidente Dilma Roussef, Joseph Blatter e o atual presidente da Rússia, Vladimir Putin durante a cerimônia de entrega da Copa do Mundo do Brasil para a Rússia

O futebol e as relações internacionais têm em comum um passado de constantes encontros. Considerado por analistas internacionais como um forte instrumento de diplomacia, em especial a cultural, o futebol vem desde o século passado assumindo importante relevância no cenário internacional.

Ao longo da história, Estados e organismos internacionais vêm se apropriando dos esportes como forma de difundir e propagandear suas agendas, com o futebol não é diferente. No âmbito interno aos Estados, o futebol contribui para a consolidação da identidade nacional enquanto que, no âmbito externo, o futebol pode ser usado para projeção internacional, influência política e inclusive ajuda na construção de uma imagem positiva para o exterior. Desta forma, o futebol tornou-se marcante artifício de soft power.

E é nesse contexto de Copa do Mundo que o WR? traz 5 curiosidades que relacionam o universo do futebol com as relações internacionais para você testar seus conhecimentos sobre o assunto. Preparado (a)?

1. Vários esportes, incluindo o futebol, foram utilizados pela antiga União Soviética no período da Guerra Fria não apenas como forma de projeção internacional. Através da conquista do maior número possível de títulos internacionais, os esportes em geral foram utilizados como propaganda para demonstrar a superioridade do sistema econômico e o modelo de sociedade comunista frente ao capitalismo.

2. O futebol também foi utilizado pela diplomacia nazista no período da Segunda Guerra Mundial para quebrar seu isolamento internacional. Para colocar em prática essa estratégia foi organizada, em 1935, uma excursão da seleção alemã à Inglaterra para uma histórica partida contra os inventores do esporte. A Inglaterra venceu por 3 a 0, no entanto, a curto prazo a estratégia do regime nazista alemão foi vitoriosa.

3. A Copa do Mundo de 1990, realizada na Itália, teve papel simbólico para os alemães. Ainda vivendo em um país separado pelo Muro de Berlim a vitória da Alemanha Ocidental sobre a Argentina por 1 a 0 na final, traduziu o sentimento de união nacional que mais tarde, naquele mesmo ano, se concretizaria com a derrubada do muro. A vitória foi comemorada por ambos os lados do muro, ocidental e oriental, e reunificou o coração dos alemães.

4. O Brasil recentemente também lançou mão da diplomacia do futebol como recurso propagandístico. Um dos exemplos de sucesso dessa estratégia se deu no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando, em 2004, realizou o “Jogo da Paz” entre Brasil e Haiti, em Porto Príncipe, capital haitiana. A partida foi uma iniciativa humanitária do próprio presidente Lula como contribuição para o processo de paz do Haiti que sofria com a instabilidade política após a deposição do presidente Jean-Bertrand Aristide. O jogo teve grande repercussão internacional e foi transmitido para mais de cem países. O Brasil obteve vitória esmagadora de 6 a 0.

5. Em 1969 um jogo das eliminatórias da Copa do Mundo foi o estopim para um conflito armado que envolveu El Salvador e Honduras e ficou conhecido como a Guerra do Futebol. Apesar de as origens do conflito repousarem sobre disputas territoriais desde o século XIX e em casos de xenofobia devido a alta imigração de salvadorenhos para Honduras, o enfrentamento entre os dois países foi deflagrado por causa de atos de provocação e xenofobia que aconteceram nas três partidas que garantiria uma vaga para a Copa do Mundo no ano seguinte.

Gostou das curiosidades? Já sabia de alguma? Sabe de outras que não estão nessa lista? Então compartilha com gente nos comentários.

Esse artigo foi produzido com a ajuda da estudante de Relações Internacionais da UFF e Colaborada Voluntária Julie Guedes.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here