DUAS DICAS PRECIOSAS PARA ENVIAR SEU CURRÍCULO POR E-MAIL SEM FAZER FEIO

2
1172

Mesmo em tempos de crise, o início do ano é um momento promissor para quem está em busca de um novo emprego ou iniciando a vida profissional. É nesse período que as empresas começam a executar o planejamento anual e é comum que se abram novas oportunidades de trabalho.

Contudo, é preciso muito cuidado na hora de se candidatar a uma vaga, principalmente ao enviar o seu currículo por e-mail. Muitas mensagens de e-mail são deletadas pelas empresas por descuidos do candidato. Ninguém quer correr o risco de ser eliminado antes mesmo de ter o currículo analisado, não é mesmo? Por isso, o What’s Rel? separou duas dicas fundamentais de como enviar o seu currículo e aumentar as suas chances para conquistar um emprego.

curriculo_por_email_portal-trainee-642x336.jpg

1 – Nickname

É preciso ter uma atenção especial para o nome (nickname) do e-mail que você envia o seu currículo para as empresas. Em um processo de triagem de currículos, o profissional de RH recebe em média 100 e-mails por vaga/dia, logo a triagem já começa pela apresentação do e-mail. Usar um nickname com apelidos chulos, preconceituosos, sexys, entre outros, é um erro gravíssimo.

O correto é usar um nickname adequado, mais usual e formal, como, por exemplo, o seu próprio nome e sobrenome. Isso retrata um perfil mais adequado e já inicia uma boa empatia para a abertura do e-mail e sua leitura.

 

2 – Assunto e Corpo da mensagem

O assunto do e-mail deve ser escrito pelo candidato da maneira que foi solicitado na descrição da vaga. Caso o assunto esteja fora do solicitado, o candidato poderá ser desclassificado de imediato, e é possível que recrutador nem abra o e-mail. Para evitar que isso aconteça, fique atento às instruções descritas na vaga.

Após a abertura do e-mail, o recrutador  iniciará a leitura do corpo da mensagem. Nessa parte deverá conter uma breve apresentação do candidato. Faça um bom marketing pessoal, “vendendo” todo o seu potencial, suas competências, habilidades e atitudes: o famoso CHÁ do RH. Isso irá atrair o recrutador para a leitura do currículo.

Não se deve, de modo algum, fazer “desabafos” de modo desesperado e apelativo, implorando pela vaga em questão, pois nesse caso você já perdeu a oportunidade do seu currículo ser lido. Por mais que seja desesperador estar desempregado, não faça esse tipo de apelo, tente manter-se equilibrado e tranquilo.

Mantenha suas informações sempre atualizadas. Revise seu resumo de qualificações para a vaga em questão. Tente fazer um currículo específico para cada vaga que enviar, pois assim você aumenta as suas chances de ser chamado para uma entrevista. Verifique se as informações enviadas estão corretas e se são as solicitadas pelo recrutador.

Analise a vaga, faça um auto estudo e veja se você não exerceu outras atividades relacionadas a essa vaga. Seja crítico de si mesmo e não faça nada por impulso. Caso não saiba como fazer isso tudo sozinho, busque ajuda de um profissional para te orientar.

Colaborou para este texto a Orientadora de Carreira Lúcia Renata da RHNetworking.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here