BUSCA POR VAGAS: o impacto negativo da leitura errada

0
1748
BUSCA POR VAGAS

Postado em 03/2016;

A consultora de RH, Lúcia Renata, tem uma dica importantíssima para nossos leitores: leia sempre com atenção as informações de uma vaga!

Hoje eu gostaria de falar com vocês sobre pessoas que interpretam errado as mensagens que leem.

Mas aí você me pergunta: o que isso tem haver com currículo e busca por emprego? E eu te respondo com um exemplo que eu me deparei esta semana.

Uma postagem no meu grupo de vagas informava sobre uma vaga de Jovem Aprendiz com a seguinte descrição: “Precisamos de Jovem Aprendiz para tal função, idade de 16 a 24 anos”. Então uma moça fez o seguinte comentário no post: “Mas eu tenho 19 anos, será que eu não posso participar?”

Com isso me veio um questionamento: será que as pessoas estão perdendo oportunidades de emprego porque não sabem ler, não sabem interpretar ou têm preguiça de parar um minutinho para dar atenção ao texto da mensagem?

É uma boa reflexão que eu já fiz em outros sites em que sou colunista. Por exemplo, certa vez uma amiga fez um post sobre mim, um texto maravilhoso que eu adorei e postei na minha página pessoal. Um leitor me questionou o porquê eu  estava falando de mim mesma. Claro que o questionamento veio com ironia e de forma agressiva. Eu perguntei para essa pessoa: “você não leu todo o texto?”. E ela respondeu: “não, eu só li a chamada, não tive tempo de ler tudo!”

Veja como a falta de leitura causa reações, indagações e conclusões precipitadas.  Será que não é isso que estamos fazendo na hora de buscar uma nova oportunidade? Pior, será que levamos esse comportamento para outras áreas das nossas vidas? Devemos prestar a atenção, olhar com cuidado, no que o outro está nos dizendo para não tirarmos conclusões precipitadas. Os pequenos detalhes são fundamentais para o nosso desenvolvimento profissional e intelectual.

A partir de hoje, comece a prestar mais atenção nos pequenos detalhes e você começará a perceber o quanto isso é importante na sua vida profissional.

Vamos buscar novas atitudes, porque senão colheremos os mesmos resultados que nos persegue e que nos faz reclamar da vida. Isso não ajuda em nada, não faz com que cresçamos intelectualmente, como pessoas e profissionais. Agindo assim, continuaremos parados no mesmo lugar. As coisas só mudam se tomarmos a atitude de mudança.

Uma frase que me fez refletir e refletir muito em um treinamento que eu frequentei em Janeiro 2016 foi: “O segundo lugar é o primeiro dos últimos!”.

Isso me fez repensar minhas atitudes. Eu conclui que você é aquilo que você quer ser. Então te pergunto: o que você quer ser?

_________

Lúcia Renata

Consultora de RH – Coach Aconselhamento de Carreira.

Formada em Administração de Recursos Humanos e Coach/Mentora – HoloMentoring-ISOR, especialista em Carreira vocacional, transacional e empregabilidade, atuando como facilitadora do desenvolvimento de pessoas, no âmbito pessoal e profissional com processos de autoconhecimento para a aprendizagem do saber e saber fazer, tornando suas habilidades em competências e atitudes funcionais para um mercado de trabalho altamente competitivo e em constante movimento. Contribui para o Whats Rel? com dicas de RH.

Curtiu o post? Clique aqui agora para ter acesso a mais dicas sobre como se destacar no mercado de trabalho em Relações Internacionais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here