“Por que devemos te contratar?”

Você já se deparou com essa pergunta em algum processo seletivo e não conseguiu respondê-la? Internacionalistas, esse é o momento de trazer suas principais competências para a conversa e relacioná-las com a necessidade da empresa.

0
748

Imagine a seguinte situação: você está em uma entrevista de emprego e está indo muito bem, suas respostas estão alinhadas com a expectativa dos recrutadores mas eles resolvem te testar. Os entrevistadores decidem então saber se você está realmente preparado(a) para trabalhar para a empresa e te perguntam “por que devemos te contratar?”. Qual a sua reação?

Responder a essa pergunta pode definir sua entrevista, bem como se a vaga será sua ou não. E a intenção do recrutador é saber se você tem as competências necessárias, isto é, se você é o melhor candidato para a posição. Esse é o momento de fazer seu marketing pessoal, mas tenha cuidado para não repetir o que já está em seu currícul o, esse não é o objetivo da pergunta. Por isso, preparar-se antes da entrevista é um boa maneira de espantar o nervosismo e dar uma resposta de qualidade.

A preparação para a entrevista envolve autoconhecimento e, principalmente, conhecimento sobre a empresa e a vaga que você está se candidatando.  Faça uma análise do seu perfil de trabalho e, logo após, faça uma lista das competências que você tem de acordo com a descrição da vaga. A dica aqui é conhecer-se bem – saber seus pontos fortes e fracos – e conhecer a empresa de modo que você consiga relacionar o que a empresa precisa com o que você tem a oferecer. Além de compreender qual o desafio e o problema que a vaga impõe ao candidato e mostrar que você é a melhor pessoa para resolver esse problema.

Se você está participando de um processo seletivo com candidatos de outras áreas que não a de Relações Internacionais, demonstre como sua formação nesta área faz de você um excelente candidato para a vaga em questão, se destaque da concorrência utilizando as peculiaridades da sua formação. Se concentre em mostrar as qualidades que você possui e que são difíceis de encontrar ou que os outros candidatos não podem oferecer. Por exemplo, se você tem experiência com uma certa habilidade que o trabalho requer, fale sobre isso. Utilize sua singularidade como diferencial e mostre que as competências que você adquiriu trabalhando na sua área farão a diferença para a empresa.

Enfim, para de fato responder à pergunta é importante ter em mente que vários caminhos são possíveis. Para ajudar você, selecionamos um: use histórias para ilustrar as qualidades que você pontuou durante a conversa. Qualquer um pode dizer: “Tenho grande habilidade de comunicação”. O interessante é quando o candidato consegue mostrar através de sua experiência que a habilidade que ele possui o levou a um bom resultado. Diante disso, exemplifique suas experiências de trabalho e conclua com algum resultado positivo gerado por suas ações.

Esse artigo foi produzido com a ajuda da estudante de Relações Internacionais da UFF e Colaborada Voluntária Julie Guedes.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here