Por que o autodesenvolvimento é importante para minha carreira?

0
198

À medida que nos conhecemos, mais nos percebemos com características nossas que gostamos e queremos, inclusive, aprimorá-las. Por outro lado, também nos entendemos com outras que precisamos desenvolver. Porém, quando nos deparamos com o que não queremos enxergar em nós mesmos, o que fazer?

Temos basicamente duas opções: ignorar essa informação e seguir a vida como antes, porém, repetindo os mesmos erros e problemas; ou nos propor a utilizar esse conhecimento a nosso favor e melhorarmos. É nessa segunda opção que entra o autodesenvolvimento, e o primeiro passo para que ele seja realizado é olhar para si com humildade e compaixão, reconhecendo os aspectos que podem ser aperfeiçoados.

Autodesenvolvimento e Inteligência Emocional

Caso você aposte no seu autodesenvolvimento, é importante se autoconhecer, buscar apoio, definir metas e criar um plano de ação para alcançá-las. Além disso, atentar-se às oportunidades que surgirem e atuar de forma criativa e inovadora, principalmente frente a desafios, são atitudes essenciais. Afinal, o desenvolvimento não combina com zona de conforto.

Analisar a si mesmo constantemente e observar as pessoas que rodeiam você podem contribuir para o seu desenvolvimento.  Invista em sua evolução contínua e pergunte-se sempre em que você pode melhorar, crescer, se aprimorar, mudar, transformar, progredir. Para isso, reflita sobre os aspectos emocionais, comportamentais e  técnicos que ainda precisa desenvolver para se tornar melhor no aspecto profissional e pessoal.

Lembre-se: quanto mais cedo nos conhecermos, ou seja, entendermos o que queremos para nossa vida e o que nos satisfaz no âmbito pessoal e profissional, mais cedo temos condições de traçar planos para conquistarmos aquilo que queremos!

A Fundação Estudar – nossa parceira – possui um curso sobre autoconhecimento que pode te ajudar nessa busca. Caso tenha se interessado, você pode acessá-lo clicando aqui!

Autodesenvolvimento profissional

Por que esse tema é tão importante para nossa carreira? Porque quanto mais abraçarmos que podemos crescer, aceitarmos nossos pontos de melhoria e dificuldades, com compaixão, mais vamos nos tornar pessoas melhores em todas as áreas de nossa vida e em nossos relacionamentos, inclusive profissionais. Além disso, promovendo por conta própria nosso crescimento intelectual, novas oportunidades de trabalho surgirão com mais facilidade.

Entrar em instâncias do seu curso, como, por exemplo, empresa júnior, dedicar tempo ao aprendizado de novas habilidades, seja em idiomas ou em pacote Office e ir em eventos e fazer cursos sobre assuntos relevantes da sua área são atividades que te ajudam a se desenvolver e ainda dão aquele up no currículo para você conseguir aquela vaga tão sonhada.

A Fundação Bradesco, Fundação Getulio Vargas, Coursera e USP possuem plataformas digitais com cursos onlines sobre os mais diversos temas.

O autodesenvolvimento é uma característica que pode ser encontrada em pessoas que têm ânimo e proatividade para estudar e encontrar diversas soluções para os desafios que surgem no ambiente de trabalho.

Não por acaso, quando chegamos ao mercado de trabalho, pela primeira vez, e, ainda inexperientes, é o nosso desenvolvimento que evidencia certas qualidades que podem ser úteis às empresas e que chamam atenção dos selecionadores. Portanto, quanto mais evoluído, maiores são suas chances de ter sucesso e ser feliz com quem você é.

No entanto, é importante ressaltar que o autodesenvolvimento não vem como uma linha reta, com passos determinados. Isso porque o aprendizado nunca cessa. Quando falamos em autodesenvolvimento, não existe linha de chegada, pois, é algo para toda vida.

O autodesenvolvimento é tampouco uma corrida contra si ou contra outras pessoas. A cobrança excessiva e a busca pela perfeição prejudicam muito nosso próprio desenvolvimento e também comprometem nossa autoestima e bem-estar.

Como protagonista da sua própria vida, você não quer chegar a qualquer lugar; provavelmente quer chegar ao lugar que é seu, e ocupá-lo para ser feliz e contribuir com a felicidade dos outros.  Isso só é possível com força de vontade para mudar e ir atrás de seus objetivos!

E não deixe de nos contar o que você faz para se tornar a melhor versão de si mesmo! Todas as dicas são bem vindas!

Esse post foi produzido com a ajuda da estudante de Relações Internacionais da UFRJ e Colaboradora Voluntária Giovanna Soares.

COMPARTILHAR
O mais completo site brasileiro sobre o mercado de trabalho em Relações Internacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here