Você conhece a carreira de Oficial de Chancelaria?

0
687

Você conhece a carreira de Oficial de Chancelaria?

O Ministério das Relações Exteriores (MRE), também conhecido como Itamaraty, órgão responsável pelas relações do Brasil com os demais países e pela participação brasileira em organizações internacionais, dispõe do cargo de Oficial de Chancelaria. Essa carreira de ordem administrativa e analítica é desconhecida por muitas pessoas da área de Relações Internacionais, mesmo as que desejam ingressar no Itamaraty, prestando o concurso para diplomacia. Por isso o WR? fez um compilado com tudo que você precisa saber sobre ofchan!

O que faz um Oficial de Chancelaria?

Segundo o Instituto Rio Branco o “Oficial de Chancelaria exerce funções analíticas e gestoras no Serviço Exterior Brasileiro, incluindo atividades de formulação, implementação e execução dos atos de análise técnica e gestão administrativa necessários ao desenvolvimento da política externa brasileira”. “Diferente dos diplomatas, por exemplo, responsáveis pelas ações de representação, negociação e proteção de interesses brasileiros no campo internacional, os Oficiais e Assistentes de Chancelaria oferecem apoio técnico e administrativo”. A carreira inclui atuar na tradução de documentos oficiais para o português ou para outros idiomas, no Recursos Humanos, no setor cerimonial do Ministério das Relações Exteriores, com a organização de visitas e eventos nacionais e internacionais e na administração de representações no Brasil e no exterior, já que muitas das vagas disponíveis para ofchan estão em outros países. A área de atuação engloba trabalhar em consulados, no processo de emissão de vistos, na busca de desaparecidos internacionais e no atendimento a brasileiros. A promoção comercial e cultural também faz parte das funções do ofchan, com prestações de serviços de exportação e investimentos de turismo. Além disso, atuar como Oficial de Chancelaria pode ser um trampolim para a carreira diplomática. 

Quais os requisitos para seguir carreira como Oficial de Chancelaria?

São exigidos os seguintes requisitos para ingressar no cargo de ofchan*:

  • Possuir nacionalidade brasileira; no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos;
  • Ter idade mínima de 18 anos completos;
  • Apresentar diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação;
  • Estar em pleno gozo dos direitos políticos e civis;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais e, se do sexo masculino, também com as militares;
  • Firmar declaração de não estar cumprindo e nem ter sofrido, no exercício da função pública, penalidade por prática de improbidade administrativa, aplicada por qualquer órgão público ou entidade da esfera federal, estadual ou municipal;
  • Apresentar declaração quanto ao exercício de outros cargos, empregos ou funções públicas e sobre o recebimento de proventos decorrente de aposentadoria e pensão;
  • Apresentar declaração de bens e valores que constituam patrimônio;
  • Firmar declaração de bens e valores que constituam patrimônio;
  • Firmar declaração de não estar cumprindo sanção por idoneidade, aplicada por qualquer órgão público ou entidade da esfera federal, estadual ou municipal;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições da carreira;
  • Estar apto física e mentalmente para o exercício da carreira;
  • Não apresentar antecedentes criminais;
  • Não estar incompatibilizado para nova investidura em cargo público federal.

*Atribuições segundo a Lei 11.440/2006, o Oficial de Chancelaria formula, implementa e executa atos de análise técnica e gestão administrativa necessários ao desenvolvimento da política externa brasileira.

Como ingressar na carreira?

A admissão para Oficial de Chancelaria se dá por meio de concurso, dividido em duas fases: 

Primeira fase: composta de prova escrita objetiva e prova escrita discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório e realizadas nas cidades de Brasília-DF, Rio de Janeiro-RJ, São Paulo-SP, Recife-PE, Porto Alegre-RS e Belém-PA.

  • A prova objetiva, realizada durante 4 horas, no período da manhã, contém 80 questões de múltipla escolha, incluindo 20 perguntas de Língua Portuguesa, 20 de Língua Inglesa, 15 de Noções de Direito Constitucional e Administrativo, 15 de Noções de Contabilidade e 10 de Raciocínio Lógico
  • São considerados aprovados na Prova Objetiva os candidatos que, cumulativamente:

Acertarem, no mínimo, 40 questões do total da prova;

Acertarem, no mínimo, 20 questões do módulo de conhecimentos linguísticos (Língua Portuguesa e Língua Inglesa); e

Acertarem, no mínimo, 16 questões do módulo de conhecimentos especializados (Direito, Contabilidade e Raciocínio Lógico).

  • A prova discursiva, também com duração de 4 horas, é realizada no mesmo dia da prova objetiva, porém no período da tarde. Com valor de 120 pontos é constituída de duas avaliações, uma de Língua Portuguesa e uma de Língua Inglesa. Cada prova é composta por 3 questões, no valor de 20 pontos cada, que objetivam aferir competências diferentes no desempenho das línguas. De modo geral, as questões propõem resumos, avaliando a capacidade analítica do candidato em identificar o que é essencial no conteúdo do texto. Também são solicitadas a elaboração de relatório com base em uma situação comunicativa real, avaliando a criatividade e a capacidade de adaptar a formulação linguística a situações comunicativas específicas. E por fim, a interpretação de textos, lançando vista a identificação de estratégias linguísticas usadas pelo candidato. Além disso, em todas as questões são avaliados o uso correto da coesão, coerência, clareza, adequação da variedade linguística, capacidade de inferência e a correção gramatical. A pontuação é dividida em 15 pontos para Estrutura Textual e  5 para Correção Gramatical.
  • São considerados aprovados na Prova Escrita Discursiva os candidatos que, cumulativamente:

Obtiverem nota igual ou superior a 36 pontos na Prova de Língua Portuguesa; e

Obtiverem nota igual ou superior a 36 pontos na Prova de Língua Inglesa.

A Nota Final na primeira etapa corresponde à soma das notas obtidas na Prova Escrita Objetiva e na Prova Escrita Discursiva.

Segunda fase: composta por curso de preparação, de caráter eliminatório e classificatório, de modalidade presencial, que deve ser realizado pelo Ministério das Relações Exteriores, em Brasília-DF, com duração total de 40 horas. No curso, os aprovados na primeira fase obtêm conhecimentos acerca do Serviço Consular Brasileiro. 

Quanto ganha um profissional nessa posição?

O valor do salário oferecido à carga-horária de 40 horas semanais de trabalho pode variar entre e R$9.400,00 e R$13.700,00 (em média) dependendo da classe que o ofchan ocupar, sendo divididas entre A, B, C e Especial, e cada uma possui 5 padrões. Além disso, os servidores têm direito ao auxílio-alimentação e à assistência de saúde pessoal e familiar; podendo receber ainda retribuição pelo exercício de função de direção, chefia e assessoramento.

Pronto, agora que você já ficou por dentro da carreira de ofchan, prepare-se, pois, podem abrir novos editais a qualquer momento. Mas não se preocupe, quando isso acontecer o WR? vai informar tudinho por aqui, em primeira mão! <3 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here