PARADIPLOMACIA – Internacionalista, você conhece essa área de atuação?

0
180

O que é paradiplomacia?

A paradiplomacia é um modelo de cooperação para promoção e fortalecimento das políticas públicas locais. Conceituada no início dos anos 90, o modelo destaca a crescente importância de cidades como atores no sistema internacional.

Desde contatos diretos a nível local, a participações em comitês e eventos internacionais de grande porte, a paradiplomacia se tornou importante nas relações internacionais para além da simples relação entre Estados, consolidando a força de cidades globais como Nova York e São Paulo, e contribuindo para a facilitação de projetos em municípios e regiões de todo o mundo.

Em uma matéria de janeiro de 2017, a  revista Época Negócios cita a paradiplomacia como “uma forma de ativismo” que abre novas fronteiras da governança global.

 

Paradiplomacia no Brasil e no mundo

No cenário internacional, podemos citar a iniciativa de prefeitos dos Estados Unidos, como Nova York e Los Angeles, que se comprometeram a adotar o Acordo de Paris independentemente do anúncio de retirada do país sob comando do presidente Donald Trump. O acordo é um documento global para mitigação das mudanças climáticas,  estabelecido em 2015. A  retirada da potência internacional foi considerada um grande retrocesso na tentativa de amenizar as condições do aquecimento global. A Nexo publicou uma matéria interessante sobre o assunto, abordando  a atuação da paradiplomacia na política externa.

No Brasil, os departamentos estaduais e municipais são recentes, porém importantes. Os estados do Rio de Janeiro e São Paulo, potências econômicas do país, contam com secretarias de relações internacionais em sua estrutura estadual —  no Rio, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Relações Internacionais; e em São Paulo, a Secretaria de Relações Internacionais. Em termos municipais, a prefeitura do Rio hoje conta com a Coordenadoria de Relações Internacionais, que teve importante participação em grandes eventos internacionais realizados na cidade, como a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) em 2012; a Jornada Mundial da Juventude, em 2013; a Copa do Mundo da FIFA, 2014; e as Olimpíadas do Rio em 2016.

 

Possibilidades de atuação

Internacionalistas têm grande capacidade de atuação na área. Rodrigo Curty, aluno do curso de Relações Internacionais da UFRRJ, estagiou na Subsecretaria de Captação de Recursos e Relações Internacionais do município de Duque de Caxias/RJ em 2018 e contou para a equipe do What’s Rel? sobre os objetivos de atuação e sua experiência na subsecretaria.

De acordo com Rodrigo, a subsecretaria foi criada em 2017 no contexto de crise econômica do estado do Rio de Janeiro, o que favoreceu a formação da paradiplomacia em entidades municipais para fomentar a implementação e execução de projetos locais. No caso da Subsecretaria de Captação de Recursos e Relações Internacionais de Duque de Caxias, o objetivo central é captar recursos para o financiamento de projetos de outras subsecretarias do município. Outro objetivo  é promover a visibilidade internacional do município de Duque de Caxias, buscando incentivar projetos de cooperação técnica com consulados e embaixadas, por exemplo.

Enquanto estagiário, Rodrigo nos contou que sua principal função era monitorar editais de organizações internacionais, ONGs nacionais e internacionais, e outras instituições como bancos e fundos internacionais de investimento ou empresas privadas. A partir desse mapeamento de oportunidades, ele redirecionava os editais para as respectivas subsecretarias e dava suporte no processo de inscrição.

Ainda no tema paradiplomacia, o WR? publicou em 2017 uma entrevista com a internacionalista Joana Barcelos, da antiga Subsecretaria de Relações Internacionais do Rio de Janeiro, hoje Coordenadoria de Relações Internacionais da cidade do Rio.

 

Esse artigo foi produzido com a ajuda da voluntária do WR? e estudante de Relações Internacionais Letícia Mello da UFRRJ.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here